quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Mamãezinha!

Eu tinha que contar para todo mundo, desculpe.

Estava tomando café da manhã e ela em volta, blá blá blá, biscoitinho, cereal (ela pede “ceal”), de repente parou e me disse bem assim:

- Mamãe...zinha.

- Filha. Você disse mamãezinha?

E ela, decidida:

- Mamãezinha.

Alguém ensinou, não sei quem foi. Se foi a babá, que é mesmo uma gentileza, ou se uma fada interferiu num sonho dela e: “plim-plim”, diga mamãezinha!

E eu, incrédula:

- Você tem certeza?

- Não.

Já seria demais, né? Se ela me dissesse “sim, tenho certeza que eu disse mamãezinha, porque você é minha mamãezinha querida do coração!”, não estaríamos falando de uma menina de um ano e (quase) meio. Dei outra chance.

- Você disse mamãezinha?

- Mamãezinha!

Beijei aquelas bochechas, peguei naquelas mãozinhas, sacudi aqueles pezinhos, conferi – o umbigo, os joelhos, as orelhas, os olhos do pai. Estava tudo lá, conforme já constava no ultrasom, conforme o médico anunciou que era menina, e nasceu, e amamentei, e cresceu e já tem cachos castanhos, as coxas que as tias reivindicam com justiça, a pele que as avós identificam, é moreninha mais que a mãe e o pai, conforme ninguém previu – quem poderia? - a alegria, o sorriso de sete dentinhos já graúdos, ai, conforme o primeiro instante em que ela me disse, súbita e lépida: mamãezinha. Me botou no diminutivo e me aumentou três oitavas e um sustenido.

Conforme chorei.

8 comentários:

Mari disse...

Pouco mais de meio metro de pessoa e com o poder de acabar com a gente, como pode?
Quase infartei quando Alice disse "mami" pela primeira vez, até perceber que o "mami" valia pra qualquer coisa que se movesse, incluindo mamãe, papai, cachorro e árvores ao vento...
Te linkei, tá?
Beijoca!

Olívia disse...

Hahahahaaha que lindo texto Bíbi!!!!
Essa picurrucha cada vez com uma novidade!!! rssssss
Minha mãe me contou que outro dia ela disse biba neh? Fiquei como!! Toda boba!!!!!!!!!!
beijinhos!!!!

Fernanda disse...

Adorei o post. Fico toda derretida quando o Adriel acorda e grita: "Mamãe, vem cá!. Eu vou na hora. Claro!

bibi disse...

Queridas mamãezinhas: é uma delícia de vida essa, né? :o)

Olívia (que um dia será mamãezinha): é verdade, outro dia a Lara ouviu um barulho e eu perguntei "quem é, filha?" e ela, na hora: "Biba!".
Uma cooooisa!
Ela gosta muito de você, prima querida.
Beijos mil.

Beatriz Prado disse...

Bibi, muito lindo!
Eu bem fiquei tentando ensiná-la a dizer "titia biinha", mas ela só riu da minha cara. Safadinha!
Ela está linda demais! É a nossa alegria.
Mil beijos,

Olly disse...

Aiii que vontade!!!!! fofa!!!!

beijos

Daniele disse...

Bíbi,
Que coisa deliciosa!
É realmente emocionante ver nossas crias começando a falar!
Adriano tb está começando a falar algumas coisinhas, é muito bom!
Aproveitando, queria te fazer uma pergunta sobre sua viagem para a Europa: acho que vc se lembra que eu te contei que tb estou indo para lá logo mais. No seu super post de dicas de viagem vc não comentou como foi a viagem de avião em si, se a Lara deu muito trabalho, se dormiu boa parte do tempo e o que vcs fizeram para distrai-la e mantê-la calma, sem atormentar os outros passageiros.
Vc poderia me ajudar?
Bjs Dani

Denise disse...

Cada palavrinha nos emociona profundamente... Eles são tão intelgentes, né? Parabéns, mamãezinha!

Adorei, Bibí!

Beijinhos,

Denise