terça-feira, 14 de julho de 2009

A bertalha é pop, pero no mucho

Como surgiram muitas dúvidas, resolvi pesquisar a respeito da bertalha – que, a essa altura, já considero praticamente uma verdura cult! Realmente, parece que é mais encontrada no Rio de Janeiro. Mas não é um privilégio exclusivo dos cariocas; segundo fontes culinárias mais confiáveis do que eu:

“Originária do sudeste da Ásia, a bertalha é hoje cultivada na Índia, Malásia e Filipinas, mas também é vista em toda a África tropical, Caribe e América do Sul”.

Leia mais sobre a bertalha, com direito a foto e tudo, no ótimo blog Come-se.

PS: Descobri que a bertalha é ótima fonte de vitamina A. Por isso, deve ser consumida com moderação nos primeiros meses de gravidez, já que o caroteno não é facilmente decomposto pelo organismo da gestante, e seu excesso pode causar danos ao feto. Por outro lado, a verdura é ótima para combater as hemorragias do pós-parto.

4 comentários:

Lia disse...

Outras duas folhas escuras também ricas em vitamina A, igualmente "pops, pero no mucho", e que eu adoro são a taioba e a ora pro nobis. Relativamente comuns em Minas, onde morei 5 anos, ultimamente andam sumidas até por lá. Aqui em Brasília conheço só um restaurante que serve taioba de vez em quando (meu marido se acaba, é apaixonado) e nem sei onde vende. Pra plantar é um trambolhão... tem que ter quintal. Mas se você vir essas delícias aí pelo Rio, vale a pena experimentar (e, por que não?, oferecer à filhota!).

bibi disse...

Lia, eu conheço o Ora pro nobis, e amoooo! Comi quando estive em Tiradentes, e repeti quando voltei lá!
:o)
Taioba - apesar desse nome! - também deve prometer! Rsrs.
Beijos.

Anônimo disse...

Eu vim a conhecer a bertalha aqui no Rio, antes nunca tinha ouvido falar. No hortifruti, ela fica ali, do lado do espinafre, tem cara de espinafre mas tem nome de gente?! Agora que li seu post vou dar uma chance a rapariga... beijos!

Beaz disse...

Moro em Curitiba há 12 anos e posso afirmar: aqui bertalha não dá. Tenho saudades. Trago do RJ talos já exibindo raízes masnão vão para frente. Melam. A bertalha não aguenta o frio daqui...Que pena!