quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Transporte seguro para as crianças

No dia 17/11, a ONG Criança Segura divulgou uma nota repudiando o novo prazo (31 de março do ano que vem) para a comercialização de cadeirinhas de transporte infantil sem o selo do Inmetro. A briga é longa e nos deixa na pior condição possível: a de não saber como proporcionar segurança aos nossos filhos.



No site do Inmetro, há uma nota de esclarecimento sobre o assunto (do dia 6/11). Eles explicam que a certificação nas cadeiras automotivas se tornou obrigatória somente em abril de 2006. Acontece que nenhum laboratório brasileiro topou se equipar para fazer os devidos testes nas cadeiras (alegaram que “o investimento não traria retorno”), o que obrigou o Inmetro a recorrer aos estrangeiros. Enrolados e apertados pelo prazo, fabricantes e comércio pediram mais tempo para resolver a questão. Alegando que o consumidor sairia prejudicado se os produtos sumissem, o Inmetro esticou a corda e liberou a venda até março.

E o próprio Inmetro salienta: “Obviamente, a certificação agrega confiança na conformidade à norma, mas não necessariamente devemos entender que os produtos sem certificação compulsória são inseguros. Principalmente, no caso em pauta, em que muitos estão no mercado com certificação voluntária.”

Pelo sim, pelo não, a ONG Criança Segura divulga em seu site uma lista das 27 cadeirinhas que já têm o selo de segurança compulsória. Vale consultar.

***

Outros links ótimos da ONG Criança Segura

Guia da Cadeirinha - qual o tipo adequado para cada criança, por peso e por idade.

Dicas de Prevenção – como levar as crianças com segurança, erros mais comuns, etc.

Legislação – saiba o que é obrigatório no transporte infantil.

Selo do Inmetro – como identificar?

3 comentários:

Angélica disse...

Ufa! Graças a Deus, a cadeirinha do meu pequeno está entre as 27 citadas que tem o selo do Inmetro.
Alívio ...

Lin disse...

Boa matéria de utilidade pública Bibi.

pregnant quiz disse...

Motherhood is a special quality some women endure the discomforts, give birth, but do not demonstrate true motherhood. A woman must be matured and responsible, before she can exhibit the quality of motherhood. Motherhood is being responsible for the nurturing and upbringing of a child or children according to the mores of society.