domingo, 12 de outubro de 2008

Plágio do Papai

Hoje é dia das crianças e ela passou a manhã com o meu pai. Agora eu estou escrevendo no blog, e ela está com o pai dela.

Na verdade eu vim aqui para escrever, mas decidi que a melhor coisa que farei hoje por este blog é um doce e amável plágio:

"Ser pai é ter toda a coragem e todos os medos. O tempo todo. Ser pai é não ter música, livro, poema escrito para ele. Ser pai é nunca ser tão bonito, importante, esperto, sábio, paciente, íntimo, morno, macio, compreensível. Ser pai não é ser mãe. Ser pai é ser engraçado, moleque, bobo, esforçado, herói e réu, campeão desengonçado, incompleto, precário.

Ser pai é a melhor coisa da vida de um homem. Ser pai é a melhor oportunidade que temos de ir além de nós mesmos. E eles são tão maravilhosos que sempre estão dispostos a nos dar mais uma chance."


Não deixe de ler a crônica inteira (com direito a trilha sonora) no clube do papai da Lara.

2 comentários:

Luis Saguar disse...

e você achas que eu já não li?!
Li e devorei-a in-tei-ri-nha!
;oD

beijins!
;o***

fábio disse...

gostei muito deste seu blog!