quinta-feira, 9 de abril de 2009

Velhice

Escovei seus dentes, troquei sua roupa, fechei as cortinas e avisei:

- Agora o papai vai levar você para a caminha, tá?
- Hoje a mamãe não vai levar?
- Não, filhota. Hoje o papai vai levar.
- Hoje a mamãe tá velha?
...
Um corte de cabelo e um chocolate, please.

7 comentários:

Eliana disse...

HAHAHAHAHA,
isso não saiu daqui da casa da vovó, que aqui não tem ninguém velho, não! HAHAHA
beijos e... coragem!

Tácio Oliveira disse...

Bíbi, veja só você a história que presenciei dia desses e não saiu da minha cabeça e resolvi passar pra te contar. Algo como o que se segue:

Luiz Carlos, 7 anos, filho único. Acaba de voltar da chácara dos avós com espírito empreendedor:

-Vou entrar no ramo das galinhas!
-Como assim, Lu?
-Querendo comprar uma galinha, 10reais; Querendo alugar, 7 reais. (Diz isso já esfregando as mãos, as cifras no olhar)

-Mas Luiz, quem é que vai querer alugar uma galinha???

- Ué, alguém que não queira ter uma galinha pra sempre.

...pensa um pouco, ergue o indicador, indignado:

-Mas se for pra macumba é mais caro. 15 REAIS...

*A platéia aprova e ri

Ju e Lipe disse...

uhuahuahauhaua...que linda ....acho um máximo as frases da sapeca!!!
bjos e feliz páscoa!!!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkk... muito engracadinha!!!!
nega sonhei com vc esta noite, e vc estava cantando A estrada pra um monte de crianças, vc estava no palco e as criança curtiam bem tua musica. Parecia uma festa infatil, mas era à ceu aberto..rs...
Beijos lindona, gostei de reouvir teu som, mesmo q em sonho!

Angélica disse...

huahuahuahua.
Essa Larinha promete...
Se cuida mamãe!
Beijos

Evellyn disse...

Essas crianças têm cada uma...
Lembrei do meu filho, quando tinha uns 3 aninhos. Ele achava que a pessoa só morria quando a pessoa ficava muito velha. Certa vez, no elevador do prédio, encontramos com um morador recente que ainda não conhecíamos, um senhor de uns 80 e tantos anos, bem velhinho mesmo. Meu filho não perdeu tempo e falou: ele é bem velhinho, né, mamãe? E já vai morrer...
Não sabia onde enviar minha cara!
Beijos

bibi disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
Morri de rir com as histórias do Tácio (ótima!) e da Evellyn (de mataaaar!).
Muito bom, criança é uma surpresa por minuto, adrenalina pura.
Beijos, queridos!
PS: Erica, já te respondi pelo My Space (ai, essas mídias todas...).